APRESENTAÇÃO

” a arte pede passagem, de fato pede passagem, a você e a nós cabe a coragem, da ideia multiplicar, onde a nossa arte exposta na rua pro povo vê, se transforma em plenitude, querer, poder e fazer”!

Assim entendemos a arte livre, nascida e apresentada do povo para o povo, sem as mazelas do mercantilismo como regra de realização, a arte dita, escrita, descrita, exibida, manifestada, precisa está liberta de qualquer vicio que não seja a liberdade de expressão.

O Primeiro Festival Livre de Arte de Rua ( Flar) nasce de um conceito lógico e plenamente vivido na pratica, e, tem, como foco trazer os atuadores, os valores reais da nossa arte de raiz, soterrados pela avidez de um mercado que começa a perder a sua face e característica revelando-se como enclave para aqueles que nascem com determinados talentos e que se veem excluídos de qualquer chance de poderem externarem suas qualidades criativas livres, desataivadas de influências…

O projeto se propõe em realizar um festival multifacetário, contando com as forças culturais plurais, de inicio advindas dos municípios da Bahia, que receberão através das instituições e movimentos culturais livres, a proposta do projeto, que não evolverá distribuição de premiação em espécie, mais sim de conhecimentos sobre a livre escolha de ser um agente cultural respeitando o verdadeiro espírito do criador.

O projeto acontecerá entre os dias 21 e 29 de junho, aproveitando a estrutura construída e implementada, para os festejos de São João, que já não apresentam características de preservação e de disseminação deste evento secular em homenagens aos santos do mês em questão.

Pretende-se, colocar a disposição da comunidade, das escolas e das empresas do grande complexo petroquímico e de serviço, uma vasta programação junina de origem, onde diversas bandas de pife, grupos de reisados, de cantorias, de teatro de rua, de dança tradicional, de quadrilhas juninas etc., estarão no município de dias d’ávila a disposição destes organismos e da programação do festival que terá seus palcos de manifestações prioritariamente nas ruas.

Os espaços das empresas e das escolas públicas serão amplamente utilizados desde que aja a manifestação de interesse por parte das suas diretorias e na Câmara de Vereadores, onde acontecerão a abertura e o encerramento legal do evento.

A grade do projeto será formada por atrações de diversos municípios do estado, assegurados os limites suportados pelos patrocinadores, onde se pretende ter o Estádio Municipal de Dias D’ávila como alojamento, ali será montada nos vestiários e salas, os alojamentos dos grupos dividindo-se as acomodações com cortinas moveis, onde todos possam tomar o café da manhã juntos, almoçar e jantar da mesma forma, construindo uma rede de distribuição de saberes através das oficinas de libertação que serão ministrada por voluntários dos diversos municípios.

Importante frisarmos que além da estrutura de dormitórios serão instaladas uma praça de alimentação, onde serão preparadas e servidas as 03 refeições principais (café, almoço e janta) além dos lanches que serão serviços durantes as intervenções diárias nos espaços já descritos acima.

De modo que cada grupo independente do município ao qual pertença terá assegurado a alimentação e a hospedagem, bem como de ter posse de todo conteúdo do evento que poderá ser adquirido de forma livre, desde que obedecida as regras do projeto e preservados os direitos individuais.

O projeto desenvolverá ainda um cocurso municipal provisoriamente intitulado de Meu Bairro é Um Show, que terá como meta, incentivar a população dos bairros em Decorarem o seu Bairro, com o tema junino, premiando aquele que melhor preencher a regra do concurso que além do fator visual, analisará também o fator comportamento e conhecimento da questão, tudo voltado a desenvolver uma cultura de paz, pois a regra principal envolve a ausência de violência.

As cinco melhores decorações receberão a programação do evento dentro do período que compõe o festival além de um premio simbólico discutido na comunidade e que sirva de utilidade para todos os moradores. A criação e legalização de uma associação por exemplo é um dos prêmios, um centro de coleta seletiva também…

Da Programação

A programação do projeto será distribuída entre os dias 21 e 29 de junho, sendo que no dia 21, acontecerá a grande abertura na Câmara de Vereadores, onde depois da abertura sairá um cortejo performático em direção ao Estádio Municipal, no trajeto serão apresentadas algumas performances de rua e de circo, bandas de pife, bem como de um grupo de cantoria que puxará carro de som. Performance na Praça ACM…

Alguns grupos de manifestação que serão convidados:

Lindro Amor – São Francisco do Conde

Os Cãos – Jacobina

Zambiaponga Mirim – Nilo Peçanha

Mestre Bule Bule – Camaçari

Banda de Pife – Ribeira do Pombal

Rezados – Ribeira do Pombal / Banzaê

Pedra no Sapato – Juazeiro

Escrisocênicos – Morro do Chapéu

Trupe Vida – Dias D’ávila

Resistência – Camaçari

Caeba – Camaçari

Os organizadores do festival percorrerá a maioria dos municípios, mantendo o primeiro contato com os grupos e entregando o regulamento do festival nas Secretarias e/ou Coordenações de Cultura dos Municípios, para quês estes possam apresentar suas propostas em tempo para a seleção, que ocorrerá entre os dias 30 e 31 de maio de 2015. Serão selecionados 50 manifestações distribuídas entres o municípios e as manifestações. A ideia de pluralizar o evento levará em conta o tipo de manifestação, de modo que quanto mais inédita, mais chance de participar e fazer parte da programação.

Os grupos selecionados assim com as secretarias de cada Município, serão informados da seleção, com prazo para confirmação da presença até o dia 05 de junho de 2014.

A programação definitiva circulará nos meios publicitários a partir do dia 10 de junho e até o dia 31 de junho, a partir do dia 01 de julho circulará as peças publicitárias prestando conta do evento e exibindo as melhores atrações.

As peças de divulgação na forma dos Outdoors serão distribuídas na região metropolitana, sendo 2 peças na BR 324, duas peças na Via Parafuso, 02 peças na estrada do coco, 01 peça no CIA, 04 peças na grande Camaçari, 02 peças na 093 entre Mata de São João e Pojuca, 05 peças na Grande Dias D’ávila além de um painel permanente que ficará instalado na Praça ACM.

Peças televisivas (spots) de 30 (trinta) segundos, serão distribuídos em mídia única as TVS abertas, mediante cota contratada na forma de comercial e através dos canais de divulgação cultural em cada uma delas, TV Bahia, TV Aratu, TV Itapoá, TV Educadora, TV Salvador, TV Bandeirantes, dentre outras, e, as TVS a cabo do Município de Camaçari, com prioridade para a TV Metropolitana.

Peças Radiofônicas (spot) de 30 (trinta) segundos, serão distribuídos comercialmente nas principais emissoras do estado com recepção na região, sendo elas, Globo FM, A Tarde FM, Educadora FM, Líder FM, Sucesso FM,   Sauipe FM, Camaçari FM, 96 FM Dias D’ávila, Rádios Comunitárias e nos serviços alternativos da Praça de Dias D’ávila e da feira de Camaçari.

Peças Radiofônicas (spot) para carros de som. Serão contratadas 150 horas de carro de som e mais algumas horas conseguidas através de parcerias com o Município já que sete dispõe de tal equipamento, a chamada do evento, a seleção e a programação do evento serão o principal objeto das chamadas, destacando-se, os potenciais patrocinadores do evento e apoiadores.

Peças de Publicidade na rede Mundial de Computadores, contendo as principais informações do evento, regulamentos e programas, bem como de links especiais diretos com os realizadores com consulta interativa a partir do dia 31 de maio de 2015, terão lugar nos sites: www.caeba.com.br

www.oxente.art.br

www.observadorindependente.com

www.flir.com

Este serão os sites oficiais do projeto, além dos muitos parceiros que se prontificarão em divulgar a programação do evento.

Peças de Divulgação Impressa, jornal Oxente. esta peça merece destaque especial, por tratar-se de um jornal de 30 paginas, nutridas de informações culturais e ecológica e que estará exibindo nas duas edições especiais de tiragem também especial de 20.000 exemplares o perfil de cada grupo inscrito, o regulamento e a chamada do festival nas edições do dia 01 de maio de 2015 do dia 01 de julho de 2015, ao todo serão 30 mil exemplares do Jornal distribuídos gratuitamente em todos os municípios da Bahia.

Peças de Divulgação Impressa Cartaz A3. serão confeccionadas 5000 cartazes formatos A3, que serão distribuídos previamente em todos os Municípios da Bahia entre os meses de abril e maio de 2015. A inscrição se dará exclusivamente pela internet através dos sites oficiais

Peças escritas impressa formato programa A3. 1.000 programas serão confeccionados, impressos e distribuídos na grande Dias D’ávila e região, além de distribuição entre os grupos selecionados durante o evento, entre os dias 21 e 29 de junho de 2015.

Peças Escritas Faixas e Baner’s. Serão impressos e distribuídos 50 Baner’s e 50 faixas entre os dias 20 e 30 de junho de 2015, sendo que Dias D’ávila ficará com a maioria, no entanto, os municípios de Camaçari, Mata de São João, Pojuca, Lauro de Freitas, Candeias e São Francisco do Conde receberão 02 faixas e 02 Baner’s cada.

Peças especiais do festival (opcional). A organização do festival estará disponibilizando algumas peças publicitárias que poderão ser adquiridas mediante o pagamento por parte dos interessados dos valores referentes ao custo. Camisa Especial do evento em diversos formatos e materiais estará à disposição das pessoas que quiserem adquirir e serão confeccionados mediante escolha in-loco uma vez que estará sendo disponibilizado um laboratório de impresso em tecido, inclusive uma oficina de costura para os ajustes das peças no local. Esta oficina de confecção de camisas e de peças artesanais será organizada e gerenciada pela ONG Projeto Vida.

A PROPOSTA

De posse do conhecimento adequado e capacitado a W J Produções Culturais e Multimídia vem apresentar a presente proposta para a realização do Festival Livre de Rua (FLIR), que acontecerá entre os dias 21 e 29 de junho de cada ano, começando este ano de 2015, no Município de Dias D’ávila.

Esta iniciativa é de importância ímpar para a cultura baiana e especialmente do Recôncavo, já permeado de tradições e cultura secular.

A estimativa é de atrair durante o evento, um público superior a 10 mil pessoas dia, entre os diversos programas distribuídos durante o evento entre as 9 e as 22 horas, atraindo para a região movimentação físico/financeira.

Para que este evento possa acontecer, idealiza-se neste projeto uma estrutura capaz de bem atender os grupos selecionados com alimentação e hospedagem coletiva, porém digna, bem assim assegurar ao público que assistirá aos espetáculos, nos mais variados espaços.

Nesta proposta estaremos detalhando a seguir os seguintes temas e abordando as atuações em cada setor. Procurou-se adotar a máxima da extensão fotográfica com o mínimo de textos possíveis, já que é desnecessários grandes prolongamentos escritos.

DETALHAMENTO

1.0     *        O PROJETO

2.0     *        A ESTRUTURA DE ALOJAMENTOS E ALIMENTAÇÃO

3.0     *        MÍDIAS INICIAIS

4.0     *        ABERTURA DO EVENTO

5.0         *    ESTRUTURAS DE APOIO AS APRESENTAÇÕES

6.0         *    DISTRIBUIÇÃO DOS PROGRAMAS

7.0         *    ENCERRAMENTO

8.0         *    MIDIAS FIANAIS (PRESTAÇÃO DE CONTAS)

O PROJETO

O projeto Festival Livre de Arte de Rua ( Flar), será organizado dentro de uma perspectiva fática, onde o compromisso com os grupos participantes e os parceiros municipais aos quais pertencem os grupos selecionados, precisa ser enaltecido, tendo em vista que precisa acontecer o desprendimento destes entes, para fornecer estrutura mínima local, oferecendo o transporte ida e volta dos seus representantes, a estes, renderemos as homenagens iniciais pois reconhecemos que sem os quais, dificilmente alcançaremos os objetivos almejados.

A regra é distribuir 50 programas, ou manifestação distinta selecionadas entre o maior numero de município possível de acordo com a manifestação inicial, priorizando aqueles grupos que tenham origem na comunidade e que descendam de tradições as quais precisamos divulgar e preservar

INFRAESTRUTURA         

Alojamento/ Praça de Alimentação Lanchonetes/Restaurantes

Com previsão de alojarmos cerca de 500 (quinhentas pessoas) durante so dias do evento, para atender à demanda de hospedagem e de alimentação, serão instalados estruturas de restaurantes e lanchonetes com capacidade para fornecimento de kits lanches. O critério para cessão destes espaços será por licitação, na modalidade da melhor proposta, ou em caso de ausência de proposta dentro do orçamento do projeto, a organização do festival se encarregará da estrutura, levando em conta o aparato já existente e cedido pelo Município de Dias D’ávila.

SISTEMA DE ABASTECIMENTO DE ÁGUA

O abastecimento de água potável será efetivado através de caminhões pipa que armazenarão cerca de 100 mil litros diários de água para consumo humano. Outras possibilidades poderão ser levantadas, tais como cooperação da Embasa. A água será destinada a alimentação dos sanitários e para ser servida em bebedouros apropriados.

SANITÁRIOS MASCULINO/FEMININO

Serão utilizados além dos sanitários já existentes no Estádio, 10 sanitários químicos divididos para ambos os sexos.

Atendimento Médico

A adoção de medidas emergenciais na saúde são fatores primordiais quando se lida com grande público. A par deste conhecimento, este projeto contempla a utilização de uma Viatura UTI fornecida pelo Município ou por algum Hospital Parceiro além de uma Ambulância de SAMUR192. Na equipe que ficará de plantão deverão ser escalados, médicos e enfermeiros com treinamento e U&E bem como um (a) Pediatra.

Brigada de Combate a Incêndios

A Brigada de Combate a Incêndios será instalada aproveitando-se a estrutura já existe no estádio e deverá ser composta de brigadistas treinados em combate a incêndios, obedecendo as normas da ABNT-Associação Brasileira de Normas Técnicas. Serão enviados Ofícios as Brigadas de Incêndio do Polo Petroquímico e ao Corpo de Bombeiros, com os quais pretende-se firmar parcerias.

Do Aparato Policial / Segurança

Serão encaminhados Ofícios aos órgãos da Policia Militar, Policia Civil e ao Conselho Tutelar do Município, bem como serão contratados 10 seguranças particulares que responderão pela segurança do estádio durante o evento.

Recursos Humanos  

O projeto destaca a utilização de mão de obra especializada dentro do seguinte quadro:

  • Diretoria Geral
  • Diretoria Executiva

Grupo de Logística e Mídia

  • 1 Designer Gráfico /Técnico
  • 1 Técnico em WEB Designer
  • 1 Técnico Jornalista
  • 5 Auxiliar de Estruturas (Contra regras)
  • 1 Produtor Cultural

Grupo Ambiental

  • 1 Técnico em Meio Ambiente
  • 1 Auxiliar Técnico

Grupo de Alimentação

  • 1 Nutricionista
  • 1 Chefe de Cozinha
  • 2 Auxiliares

Mobilização

  • 2 Veículos leves fechado
  • 2 Veículos utilitários 2/4
  • 2 Ônibus – Climatizado

Local/Localização

O evento acontecerá nas praças e espaços alternativos do Município de Dias D’ávila, região metropolitana de Salvador Bahia, entre os dias 21 e 29 de junho de 2015

Alojamentos

Será utilizada e adaptada a estrutura do Estádio Municipal, (Cajadão), para alojamento e alimentação dos artistas durante o evento

Agenda

Serão um INTERVENÇAO diária no período da tarde e noite, em espaços previamente designados e equipado de estrutura mínima de carro de som, com apresentações de diversas performances dos diversos grupos e seguimentos a começar com a abertura no dia 21, onde acontecerá o primeiro cortejo performático da Câmara de Vereadores até o estádio Municipal (alojamento). OBS, nos domingos e feriados dentro durante o evento teremos arrastões pela manhã e no ultimo ida do evento acontecerá uma ALVORADA CULTURA, saindo do estádio até o a Praça do Imbassai.

Ingressos

Não haverá cobrança de ingresso s

Acessibilidade

De acordo com um termo de ajuste de conduta firmado alguns anos atrás, embora não haja impedimento da ABNT de comercializar tais normas, elas se tornaram algo de interesse público, devendo assim estar disponíveis de forma gratuita e irrestrita a qualquer interessado.

DO RESUMO

O projeto FESTIVAL LIVRE DE ARTE DE RUA (FLAR) é um festival que nasce das experiências vividas pelos idealizadores na busca da pluralização da arte em todos os seus tentáculos, onde a observou-se através dos anos, e dos resultados colocados a mostra pelo nosso “mercado cultural” que de nada adianta acendermos pequenos valores em forma de estrelas se esquecemos o universo a desbravar-se no nossos redutos esquecidos. A arte pura e livre precisa pulsar do povo para povo, para que tenhamos inclusive perspectiva de consumo consciente das nossas produções culturais sem o rótulo da elitização das plateias. A proposta não se opõe ao novo, mais tem a preocupação inequívoca com o velho e tradicional manejo das manifestações de raiz e de vanguarda, as quais infelizmente vêm sendo sucumbidas pelos holofotes de um mercado que ainda oprime e que exclui deliberadamente, verdadeiros fazedores de cultura e distribuidores inesgotáveis de saberes, sem estes valores e sem esta preocupação estaremos todos diante de uma perspectiva real de abominação da nossa história e das nossas fontes de riquezas e saberes culturais.

Tornar o Município de Dias D’ávila, um expoente desta ideia, já que foi berço de diversa iniciativas neste sentido, é o mais importante da proposta pois entendemos que a aproximação com a capital e com a região metropolitana, a grande consumidora de arte do estado, estejamos criando bases sólidas para a efetivação da ideia a disseminar-se por todo estado, refletindo nos holofotes do pais q’ssar do mundo, já que o evento terá a cobertura de veículos de acesso mundial.

O projeto se propõe no próximo ano, 2016, envolver manifestações do norte e nordeste e a partir de 2017 envolvermos atrações de estilo de todo o País, preparando-se para que para em 2018, possa o evento tornar-se de participação Internacional, envolvendo como palco toda a Região metropolitana do salvador.

Diretores e técnicos

WESLEY DOS SANTOS BIZERRA

BIUNA DOS SANTOS BIZERRA

ADENILDES DOS SANTOS BIZERRA

NOEDSON ALVES DOS SANTOS

ERICK DA SILVA CERQUEIRA

SUPERVISÃO / TECNICO JRÍDICO

JUVENILDO DA COSTA MOREIRA – Advogado

PAULO SERGIO DIAS NUNES – Advogado

WILSON OLIVEIRA BIZERRA – Diretor /Produtor

E-mail: adv7175@hotmail.com

Telefones: (71) 82772527 / 87963849 /97362950