online pharmacy canada

Ciarme

ciarmeO PROJETO

Uma proposta inusitada de levar aos municípios da região metropolitana, todo o potencial criativo e artístico do nosso eclético povo. Aproveitando a larga movimentação turística ao longo do ano, para explorar um mercado comum entre os povos da região. A arte sem fronteira e geradora de mercado, emprego e renda.

No relato abaixo, diz a poesia Etnias , interpretada em suas nuances pelo próprio autor, retratando o verdadeiro significado da região metropolitana no processo de evolução do nosso povo, das nossas raízes, da nossa arte de encantos mil.

Região dos Nobres dos Primórdios Desta Terra!!! O próprio poeta explica em sua letra Etnias, a referencia da nobreza imperativa predominantemente acentuada nas nossas referencias histórica. Rincão de Crenças Riquezas e Atrativos: Aqui se ver de tudo, tudo se cria se imagina e se divulga através dos meios possíveis, tudo que o baiano faz vive cria em rimas ou cantigas em obras primas!!! Berço Plenitude de Raças e Etnias: A mais eclética das regiões do pais o mais diversificado povo dos continentes, a miscigenação em obra e prova!!! Dos Cancioneiros a Rainha Popular: Quem não ouviu ainda uma canção Bahia magia, aos ventos e aos encantos auditivos nos levando ao apogeu da canção da imaginação!!! Do Misticismo do Canto em Oração: Nossas crenças, nossas rezas, nossa arte, pulsa e reflete alem fronteira, trazendo frutos e dividendos, as religiões se englobando num místico único de forca e fé!!!! De Querer Viver Paixão Lamento Canção dos Fortes: Aqui tudo e encanto, magia, poesia a essência da paixão enrustida em suas esquinas, em suas morenas em suas referencias escravas, que nobres sois na escultura do escultor, na praça do povo desta rica contenda!!! Numa Bênção se Faz Cobre Ouro Lapidado na Canção: No candomblé a fé, o ímpeto de um povo forte e dotado dos principais sentidos, negra raiz que aqui vibra feliz e encanta com seus cantos e louvores os turistas que a cada ano se compromete mais com a nossa alegria!!! Referencia Sertão Brasil: Aqui nasceu a nação, os primórdios, os costumes, abriram-se portas, enfrentaram-se as principais batalhas as margens do seu litoral, BAHIA… Varões: E o povo cresce e a Bahia cresce… E Trabalha! E Faz Riquezas: Da sua forca criativa o progresso desponta e nos aponta o rumo a seguir a progredir… Canta Metrópole Subúrbio: Atina novamente sua forca peculiar e abrangente, eleva o seu espírito cidadão, a cantar, a louvar, a saldar, a alegria de viver! Irmanação Ecoa: Faz valer sua força, sua rima, sua criatividade inigualável – Seu Brado de Paixão: Gritas, pondera, supera os desafios, os obstáculos, rebusca em teu passado de grandezas, de purezas, das mais nobres das certezas do homem consciência!!! Faz Nascer das Cinzas: Se preciso for a Redenção

PROPOSTA

Criar na região metropolitana, um mercado comum de arte, onde se possa semanalmente visitar e estar envolvida com o que há de melhor na arte contemporânea da nossa região, expositiva, representativa, encenada, cantada, recitada etc.

O CIARME – Circuito de Integração de Arte da Região Metropolitana teve inicio em Camaçari na semana de 04 a 11 de Março de 2000 no Teatro Magalhães Neto e tinha como proposta, para o encerramento do primeiro ciclo do projeto. Uma grande exposição demonstrativa no Salão Nobre da Assembléia Legislativa da Bahia e No Centro Histórico (Pelourinho). Conseguimos realizar ainda em março a Etapa de Candeias, onde a falta de sensibilidade costumeira dos órgãos municipais da época nos inviabilizou o projeto. Dois anos depois nascia a Feira do Por do Sol, coincidência ou não a mesma proposta e uma enormidade de recursos, só faltava o essencial… A Alma, crucial, substancialmente importante, para a continuidade das idéias e sopro para os ideais. A Feira do Por do Sol é apenas lembrança, ódio pela exclusão da arte alternativa. Já o CIARME, continua vivo como idéia e pulsante e esperançoso como ideal. O tempo continuará passando, a nossas necessidades aumentando, e o buraco se aprofundando, onde o estar e o ser demarcam a escala no inexorável tempo.

. O (Circuito de Integração de Arte da Região Metropolitana) terá em sendo colocado em prática, uma amplitude, que englobara a partir da segunda etapa, praticamente todos os segmentos de arte da região, com predominância para o artesanato, artes plásticas, fontes de negócios, emprego e renda, e, terá, no período de alta estação de fluxo turístico, Stands espalhados por todo litoral norte da Bahia e as principais rodovias de fluxo turístico do Estado.

Quem bancaria uma idéia dessa?

Talvez a Exploradora do Pedágio que teria no projeto o descarrego social?

A Millennium Inorgânico Chemical?

A Bahiatursa?

Todos teriam interesse em bancar ou ajudar a colocar em prática um projeto desses, desde que respaldado politicamente, pelo Município Sede que no caso é Camaçari.

Com a palavra o novo prefeito e seus liderados, da Camaçari do Bem!